Tons terrosos: como combinar e usar na sua decoração

By Kapazi Arquitetura e Design, Dicas Nenhum comentário em Tons terrosos: como combinar e usar na sua decoração

Descubra porque as cores que remetem à natureza voltaram a ser uma tendência e aprenda as formas mais simples de incluir tons terrosos na decoração.

Tendência desde 2017, os tons terrosos têm ganhado cada vez mais espaço na moda e na decoração. Cores como marrom, laranja e argila são alguns dos exemplos que remetem à terra e que trazem uma sensação de acolhimento.

Apesar de ser bastante comum no outono/inverno, essa paleta cromática é neutra e atemporal, sendo uma excelente opção para todo o ano. Mas o que realmente faz essas cores ganharem tanto espaço e como usar os tons terrosos na decoração? Confira a seguir.

Porque é tendência?

Uma das formas mais simples de explicar o motivo pelo qual os tons terrosos voltam a ser tendência de tempos em tempos é relacionar seus ressurgimentos com os principais acontecimentos e transformações da sociedade.

  • Anos 70: cores como ferrugem, marrom e mostarda estavam em alta tanto na decoração, quanto na moda.
  • 2020/2021: além dos tons terrosos na decoração, o urban jungle também fica em evidência e faz as pessoas trazerem plantas para dentro de casa.

Agora você pode estar se perguntando: o que todos esses períodos têm em comum? Vamos contextualizar:

  • Em 1960 surgiu o movimento hippie e ele trouxe consigo várias mudanças comportamentais. Sua principal representação eram as cores e formatos psicodélicos.
  • Nos últimos meses de 2019, surgiu o coronavírus e já no primeiro trimestre de 2020, a maioria dos países adotou o isolamento social.

Pode parecer que esses acontecimentos não têm nada em comum. Mas a verdade é que todos eles causaram forte impacto na sociedade e em tempos de incerteza, o ser humano tem a tendência de buscar equilíbrio. Daí surge a vontade de querer “aterrar”.

Estudos já comprovam que os tons terrosos na decoração e na moda possuem uma espécie de função reparadora e de reconexão com a natureza. O principal exemplo que temos disso é a grande quantidade de pessoas que passaram a cultivar plantas em casa durante o isolamento social. Ou até mesmo aqueles que optaram por viver em chácaras e sítios afastados dos grandes centros comerciais, para aumentar o contato com a natureza.

Como incluir os tons terrosos na decoração?

Principais cores

Agora que você já sabe porque os tons terrosos são tão benéficos, chegou a hora de mostrar na prática como incluí-lo na decoração da sua casa. Para começar, precisamos falar sobre as cores que compõem uma paleta terrosa. Nesse caso, basta lembrar das tonalidades que remetem à terra, como: marrom, caramelo, areia, bege, laranja e mostarda. Nesse tapete, estão alguns exemplos de cores presentes que estão nessa paleta. Além dessas, tons de rosa, vermelho e verde também podem ser incluídos, como rosa queimado e verde abacate, por exemplo.

Materiais

As formas mais simples de incluir tons terrosos na decoração são por meio de móveis, revestimentos e peças decorativas. Com relação aos materiais, o mais popular é a madeira. Nesse caso, dê preferência para móveis e pisos que utilizem o tom natural da madeira.

Mas é claro que você também pode compor a decoração com outras matérias-primas não industrializadas. Alguns exemplos, são:

  • Vime;
  • Velas feitas de cera de abelha;
  • Barro;
  • Fibras naturais, como algodão, lã, cânhamo, entre outras.

Urban jungle: o que é?

Na tradução literal, urban jungle significa selva ou floresta urbana. Ou seja, quer dizer trazer o campo para a cidade. Com apartamentos e casas cada vez menores, as pessoas buscam formas de trazer a natureza para dentro do lar. Por isso, podemos dizer que mais do que combinar, o urban jungle e os tons terrosos na decoração se complementam.

A principal forma de utilizar esse conceito é por meio das plantas. Com inúmeros benefícios, como purificar o ar e melhorar a energia da casa, elas podem aparecer até mesmo nos espaços menores. Basta utilizar prateleiras ou colocar alguns vasos naquele cantinho do cômodo que está vazio.

Nesse sentido, as plantas mais indicadas são aquelas mais resistentes e que não demandam muitos cuidados. Esse é o caso das suculentas, das samambaias, da espada de São Jorge e das jiboias. Só não esqueça de se certificar de que nenhuma das plantinhas que você deseja colocar em casa são prejudiciais para crianças e pets.

Além de realmente trazer as plantas para dentro do seu lar, você também pode incluir estampas com esses padrões. Um ótimo exemplo é esse kit de tapetes da Kapazi, que possui desenhos de folhagens em tons de verde e rosa.

Dicas práticas para incluir os tons terrosos na decoração

Na hora de escolher os itens que vão compor a decoração de cada cômodo da sua casa, a primeira coisa que você deve pensar é na sua intenção com o espaço. A sua ideia é fazer uma decor toda neutra ou deseja que o espaço tenha traços da sua personalidade, por exemplo?

Se você escolher a primeira opção, a nossa dica é combinar diferentes tons terrosos no cômodo. Para isso, você pode escolher uma tonalidade mais forte para os móveis e compor o restante do ambiente com tons mais suaves, como o dessa passadeira. Esse item, inclusive, é super versátil. Ele pode ser aproveitado na cozinha, em corredores e até mesmo na lateral da cama.

Já, se você quer que o seu espaço tenha um pouco mais de personalidade, uma boa ideia é escolher uma parede do cômodo e pintá-la com uma cor mais vibrante. Porém, se você está com medo de errar na dose, vale a pena escolher uma peça-chave que una as diferentes tonalidades do ambiente, como esse tapete listrado da Kapazi, que possui tons de verde e mostarda.

Finalmente, com todas essas dicas, esperamos que você tenha percebido o quanto é fácil incluir os tons terrosos na decoração do seu lar. E se você deseja conferir mais tapetes com essa paleta de cores, clique aqui e veja a nossa coleção reserva.

  • Share:

Leave a comment